Contagem Regressiva...

quarta-feira, 27 de abril de 2011

O BARCELONA GANHOU.

Todos madrilenhos se desesperam.

Hoje acordei mais ou menos tarde, mas não fiz nada pela manhã (a não ser descobrir pelo google maps onde fica a Igreja e o supermercado mais próximos). Só saí para almoçar. (Eu realmente fico impressionada com o tanto de gente tomando café da manhã por aí ao meio dia!). Comi um "perrito", que é o cachorro quente. Vem com molho de tomate, mostarda e batata frita. Delícia!! A Nebraska é o lugar mais tradicional daqui... e é realmente uma delícia o perrito de lá. A Coca, com 200 mL era 2,65 Euros, enquanto a tulipa de cerveja era 2,35 Euros. Grande problema ter aula à tarde. Fica-se pobre e não se bebe cerveja!
Fui direto pra aula depois e descobri que na máquina de café tem Kit Kat!!! Meu auto controle me desejou boa tarde e eu comprei. Nem é caro, 0,75 Euros, mas, né?! Espero evitar que isso se repita. Tenho muito mais lugares onde gastar o dinheiro. Além do quê, comer chocolate todo dia não dá! Ignorando esse fato, subi pra sala. A aula de conversação de hoje foi bem... ok! Nada demais nem de menos, falamos muito sobre tecnologia e blá. Gosto muito dessa professora... é muitíssimo simpática e parece ser muito competente! Após essa aula, ignorei o intervalo de 10 minutos e fiquei no twitter... essa é a hora que o Brasil brota por lá, e, afinal de contas, eu tenho que acompanhar as novidades tupiniquins!! A segunda aula prosseguiu normalmente. O único ponto a destacar é que eu odeio ainda mais os "chinos". Não tenho saco nem paciência pras risadinhas deles, nem pras piadas internas em chinês! Quero deportá-los!!!
No segundo intervalo, fui ao telefone, mas ele me engoliu uma moeda de dois euros!!! Fiquei sem ligar e mais pobre! Voltei pra aula frustrada. Correu tudo bem, adooooro essa professora da última aula, mas estava ansiosa, sem motivo aparente. Como meu celular perdeu a bateria, subi ao fim da aula para deixá-lo carregando. Depois desci, porque hoje quis assistir à aula de cultura.
A aula de hoje foi sobre Almodóvar. Um professorzinho novinho veio nos falar sobre esse diretor que eu amo, e que descobri, é realmente idolatrado pelos espanhóis! Foi tudo muito interessante. O professor fez um paralelo com a história das revoluções culturais que a Espanha estava sofrendo, sobretudo "La Movida Madrileña". Falou das três fases do cinema Almodovariano, inclusive dos últimos anos: Os Almodramas. Falou de las chicas de Almodóvar, fez um breve resumo dos filmes principais... Me deu ainda mais vontade de ver os filmes que ainda não vi.
Após a aula, subi correndo, pois não queria desencontrar dos coleguinhas aqui do alô. Cheguei e estavam prontos pra jantar. Todos comemos e decidimos que iríamos mesmo sair pra ver o jogo. Fomos eu, Ana (Brasileira de BH), Dê (Brasileira de Cuiabá), o francês, a inglesa e um novo elemento: uma russa muito simpática. Queríamos ir à Sala Heineken, mas estava fechada. Após pensarmos muito, decidimos ir até a Puerta del Sol, que tem mil opções, e lá decidiríamos. Eu e as brasileiras fomos de táxi (elas estavam de salto e eu, gentilmente, ofereci companhia rs) e os outros três foram à pé. Chegamos e ficamos esperando o trio ternura. Tirei mil fotos, lá é lindo à noite. Tava lotado, cheio de gente, artistas de rua, adolescentes crisentos, gente vendo o jogo... Enquanto esperávamos pelo resto da turma, encontramos um promoter brasileiro que se aproximou porque nos ouviu conversando. Ele estava divulgando uma casa irlandesa que transmitia o jogo e depois iria se transformar em boate. O trio retardatário chegou e decidimos ir pra lá mesmo. O lugar é bem um pub mesmo, com mesinhas nos cantos, etc. Chegamos no início do segundo tempo do jogo. A maior parte das pessoas lá pareciam ser torcedoras do Barça, porque na hora do gol foi uma loucura. Nos assentamos e fomos beber Heineken, pra matar a vontade frustrada. A Dê, a brasileira, é uma louca sem noção, deve ter bebido umas quarenta tequilas. A Ana, que nunca bebe, bebeu dois drinks e ficou muito alcoolizada. O francês também bebeu bastante. A inglesa e a russa foram embora mais cedo, não sei por qual motivo. Ficamos os quatro lá. Quando menos esperava, tocou Mr. Jones (Rodrigo Meeeeelo, lembrei de você!!), aí já senti que a música do lugar era de bom gosto. E não me enganei. Apesar de tocar musiquinhas mais da moda, não tocou nada insuportável, além de umas músicas espanholas que eu gamei! Eu, controlada que sou, tomei só três long necks e fiquei sendo a sóbria da história. A essa altura, meus três companheiros estavam muito ocupados se equilibrando! Fui no banheiro mil vezes com as meninas, tiramos fotos engraçadíssimas... (já já começo a postá-las!). É muito bom ter companhia. Principalmente da Ana e da Carol (que não foi hoje) que ficam até o início de julho. O resto todo vai embora nas próximas duas semanas.
Chegamos aqui após os três bêbados alugarem os ouvidos do taxista. Ao chegarmos aqui no quarto andar, a Irina teve que sair do quarto e pedir silêncio para os três. (Nisso eu já entrava no meu quarto.)
El gran resumen del día: não fiz sucesso como turista de novo (exceto por tirar fotos noturnas da Puerta del Sol), mas exercitei muito minha vida social madrilenha.
E ainda não decidi se gostei ou não da vitória do Barça.
[Saudades, mas muito realizada!]

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Acho que as postagens pararam de gaguejar...Porque será? rs

    Dps comento melhor.

    Porém, quero deixar meu recado: Viva Argentina! Viva Lionel!

    ResponderExcluir
  3. ahhhhhhhhh saudades!! como eu queria ta ai pra curtir essas folias! haha

    ResponderExcluir
  4. Veeeeeem, Marie!!! Vem em julho!!!!

    ResponderExcluir